terça-feira, 1 de outubro de 2013

A universidade é campo de missão

Motivados pela JMJ Rio2013, estudantes da PUC-Rio criam Grupo de Oração Universitário

Jovens se reúnem no bosque do Campus Gávea
 Depois de participar do En­contro Brasileiro de Universitários Cristãos (Ebruc) realizado em outubro de 2012, em Curitiba, um grupo de amigos e estudantes da PUC-Rio sentiu no coração o dese­jo de partilhar uma vivência cristã mais profunda dentro do ambiente acadêmico. Impulsionados com a proximidade da Jornada Mundial da Juventude Rio2013, que acon­teceu em julho deste ano, eles criaram o Grupo de Oração Univer­sitário, mais conhecido como GOU.
O grupo é um espaço de par­tilha cristã e faz parte do Minis­tério Universidades Renovadas (MUR), que atua em instituições de ensino superior em todo o país. O objetivo do MUR é levar a experiência de Pentecostes a cada professor, estudante e funcionário, que transportará para sua prática profissional os ideais vividos den­tro da Doutrina da Igreja Católica.
Os encontros, que duram apro­ximadamente uma hora, aconte­cem todas as quartas-feiras, às 11h e 16h, no meio do Bosque da Universidade, local que além de agradável, atrai olhares dos que passam e entusiasma a partici­pação de pessoas de outras de­nominações cristãs ou não cristãs que queiram viver um momento de reflexão do Evangelho em meio à correria da rotina universitária.
Para uma das motivadoras do grupo, a estudante de jornalismo Natassha Cotts, o GOU é mais que um grupo de oração que se reúne semanalmente.
“O GOU é importantíssimo na formação da vida de cada um, pois cria laços na área religiosa, afetiva e humana. A universidade é um local de troca, onde temas como fé e razão são constantemente dis­cutidos. Juntos, nós dialogamos com a mesma linguagem, expondo questionamentos e dúvidas acer­ca de como vivenciar Jesus. Aqui todos têm voz e espaço para dar seu testemunho”, disse.

ESPALHANDO O AMOR DENTRO DO CAMPUS
No início, os encontros tinham menos de dez pessoas, agora, depois da JMJ Rio2013, o círculo aumentou e conta com a presença de cerca de 30 participantes. O número cresceu com a evangeli­zação de alunos nos corredores do campus da universidade.
“Quando nós víamos as pesso­as com camisas da JMJ, crucifixos, terços ou qualquer coisa que as identificasse como cristãs cató­licas, nós fazíamos a abordagem convidando-as para o GOU. A JMJ trouxe um novo ardor missionário e uma vontade de fazer algo para multiplicar as palavras de Jesus dentro do campo universitário”, ressaltou Eli Geovane Sant’Anna, estudante de serviço social e um dos idealizadores do grupo.
Os encontros são coorde­nados pelos próprios membros ou por pessoas convidadas por eles.
“Começamos com uma oração inicial e um canto de louvor. Logo depois da leitura de uma passa­gem bíblica, que muda semanal­mente, temos um momento de silêncio para meditação da palavra e uma partilha. A oração final é seguida de um canto atrelado ao tema”, detalhou Natassha.

JÉSSICA PINHEIRO
jessica@testemunhodefe.com.br

FOTO: DIVULGAÇÃO