quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Evangelização centenária

 A missa solene, presidida pelo arcebispo do Rio em ação de graças pelos 100 anos de existência do templo, será realizada neste domingo, dia 15 de setembro, às 10h30.

A Paróquia Sagrada Família, no bairro da Ribeira, na Ilha do Governador, celebrou, no dia 15 de setembro, um centenário de existência. Neste dia, a relíquia do beato João Paulo II ficou exposta na paróquia. “Esta comunida­de foi luz e referência para mui­tos nestes 100 anos”, afirmou o pároco Carlos Gómez Saiz. A celebração se deu através de uma missão, que teve início às 10h30.

Durante a preparação para celebrar o centenário, foram re­alizados inúmeros eventos, como torneio de futebol, competição ciclística com 150 jovens, Missão Continental, exposição de arte sacra e vigílias de oração. No dia 7 de setembro, houve a reativação do uso dos sinos e uma exposição de pintores da Ilha. Neste dia, à noite, o arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, presidiu celebração eucarística de de­dicação do altar e ministrou o Sacramento da Crisma para 20 jovens.
Segundo padre Carlos, na paróquia existem 23 frentes pas­torais, contando com a dedicação de fiéis, que canalizam as princi­pais atividades da comunidade e auxiliam para que a palavra, a luz e o testemunho alcancem um número maior de irmãos.
“É grande o nosso reconhe­cimento aos agentes que se en­tregam com esforço às tarefas do Reino de Deus. O exemplo destes irmãos sempre me comove e estimula”, afirmou.

DEDICAÇÃO DO ALTAR
No início da celebração, dia 7 de setembro, houve aspersão dos fiéis e do novo altar, feito de mármore preto, que foi pre­parado pelo padre Carlos como presente do centenário para os fiéis da comunidade da Ribeira.
Durante a homilia, Dom Orani manifestou alegria por estar presente na paróquia, no dia dedicado pelo Papa Francisco às orações pela paz na Síria e pelo mundo.
Recordando o empenho da comunidade durante a Jornada Mundial da Juventude Rio2013, que recebeu mais de 800 pere­grinos de São Paulo e do Paraná, o arcebispo conclamou os fiéis a serem portadores e anunciadores da paz.
Um momento marcante da celebração, com as orações pró­prias, foi o rito de dedicação do altar. Dom Orani realizou a de­posição das relíquias, a sagração do altar com o óleo do Crisma, no centro e nas quatro extremi­dades, incluindo a bênção com o incenso e o fogo novo. Depois da entrega da vela ao pároco, houve a ornamentação do altar. “Achamos que o ano do centenário era uma oportunidade única para a dedi­cação do altar”, disse padre Carlos.
A paróquia fica localizada na Rua Morro do Ouro, 231, na Ilha do Governador.

CARLOS MOIOLI E IGOR MARQUES

FOTOS: DIVULGAÇÃO