quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Um olhar de misericórdia

Papa Francisco confessou cinco jovens, na Quinta da Boa Vista, durante a JMJ Rio2013

“O Papa transmite muito amor pelo seu olhar. Isso nos entusiasma a perseverar na fé, porque ser cristão nos dias de hoje não é fácil”, afirmou o carioca Welington de Melo, que foi um dos cinco jovens sorteados para ser atendido em confissão pelo Papa Francisco, na manhã do dia 26 de julho, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão.
A oportunidade de receber a Indulgência Plenária e a busca pela reconciliação com Deus transformou a paisagem do parque. Milhares de peregrinos visitaram o local, que contou com 50 confessionários. Os fiéis puderam se confessar em sete idiomas: português, espa­nhol, inglês, francês, italiano, alemão e polonês.
Os outros escolhidos para se confessarem com o Santo Padre, sorteados entre cerca de 300 mil ins­critos, foram dois bra­sileiros, uma italiana e uma venezuelana. “Ele é muito carismático. O olhar dele vai direto para o coração”, disse a jovem italiana Cláudia Gianpietro.
Segundo o coorde­nador da Feira Voca­cional, padre Leonardo Lopes, responsável pelo evento, o Papa quebrou protocolos e quis ficar mais perto dos fiéis. “Nós tínhamos prepa­rado um genuflexório na frente, mas ele pre­feriu sentar no meio de todo mundo, na parte de trás, desconcertando a todos e fa­zendo com que nos sentíssemos muito à vontade”, contou.

CHAMADO DE DEUS
Na Feira Vocacional, que funcionou até o dia 26 de julho, os jovens puderam adorar ao Santíssimo Sacramento na tenda onde ficaram expostas relíquias de patronos e intercessores da JMJ. Os peregrinos também tiveram a oportunidade de co­nhecer variados carismas, ouvir palestras e testemunhos de vida, além de participar de atividades esportivas e artísticas.
CLÁUDIA BRITO DE ALBUQUERQUE E SÁ
COLABORAÇÃO: TV PUC-RIO
FOTO: RÁDIO VATICANO