segunda-feira, 20 de maio de 2013

Quem reza ao Espírito Santo?

Durante a audiência geral de 15 de maio, o Papa Francisco perguntou à multidão: “Quem de vocês reza diariamente para o Espírito Santo? Acho que são poucos, poucos. Mas temos que fazê-lo, para que Ele nos abra o coração para Jesus”.
Ele dedicou a catequese do dia sobre a ação que o Espírito Santo realiza ao guiar a Igreja e os fiéis rumo à verdade.
Para o Papa, “vivemos numa época em que há muito ceti­cismo em relação à verdade, citando as inúmeras vezes em que Bento XVI falou do rela­tivismo, ou seja, da tendência de considerar que não existe nada de definitivo. Então vem a pergunta: existe realmente ‘a’ verdade? O que é ‘a’ verdade? Podemos conhecê-la e encon­trá-la? A resposta é Jesus: a verdade que, na plenitude dos tempos, ‘se fez carne’, e veio habitar no meio de nós para que a conhecêssemos”.
O Papa prosseguiu: “a ver­dade não é uma posse, é o encontro com uma pessoa. Esta certeza, porém, nos leva a outra pergunta: mas o que nos faz reconhecer que Jesus é ‘a’ palavra de verdade, o Filho unigênito de Deus Pai? É justa­mente o Espírito Santo, o dom de Cristo Ressuscitado, que nos faz reconhecer a verdade. Jesus o define como o Paracli­to, isto é, ‘aquele que nos vem ao encontro, que está ao nosso lado para nos amparar neste caminho de conhecimento.
A ação do Espírito Santo na nossa vida é nos recordar e imprimir nos nossos corações de fiéis as palavras que disse Jesus, para que se tornem em nós princípio de avaliação nas escolhas e de guia nas ações cotidianas. É do íntimo de nós mesmos que nasce, mas nossas ações: é o coração que deve se converter a Deus, e o Espírito Santo o transforma se nos abrirmos a Ele.
Através do Espírito Santo, o Pai e o Filho habitam em nós: nós vivemos em Deus e de Deus. E Francisco questionou mais uma vez: mas a nossa vida é permeada por Deus? Quantas coisas coloco antes Dele?”.
Ao concluir a catequese, o Papa disse: “Queridos irmãos e irmãs, neste Ano da Fé, so­mos convidados, seguindo o exemplo de docilidade de Nossa Senhora, a nos deixar inundar pela luz do Espírito Santo, pre­dispondo-nos à Sua ação, bus­cando conhecer mais a Cristo e as verdades da fé: meditando a Sagrada Escritura, estudando o Catecismo e aproximando­-nos com mais frequência dos sacramentos. Mas ao mesmo tempo, devemos questionar quais passos estamos fazendo para que a fé oriente toda a nos­sa existência. Não se é cristão em alguns momentos ou em algumas circunstâncias. Somos cristãos a todo momento! Invo­quemos com mais frequência o Espírito Santo, para que nos guie no caminho dos discípulos de Cristo”.

RÁDIO VATICANO
FOTO: RÁDIO VATICANO