terça-feira, 14 de maio de 2013

Boa notícia para o mundo




Arcebispo do Rio, sacerdotes e leigos participaram de ação missionária na Comunidade do Jacarezinho

“Nós temos algo muito impor­tante para dizer. Uma notícia que faz os olhos brilharem de espe­rança. Sabemos que a sociedade necessita de pessoas transforma­das, para que o mundo progrida em todos os sentidos”, afirmou o arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, durante a Missão Continental, realizada no terri­tório da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, no Jacaré, dias 4 e 5 de maio.
O evento, que reuniu sacer­dotes e missionários, aconteceu durante todo o dia. No sábado, dia 4 de maio, na parte da manhã foi feita uma preparação, na qual o pároco Dário Ferreira da Silva falou sobre a história e desafios da comunidade, e também foi feita uma reflexão sobre a importân­cia da missão. Depois, as equipes foram distribuídas para os locais especificados. No final da tarde, o arcebispo esteve presente na comunidade, visitou uma casa e incentivou os missionários.
“É necessário dar testemunho e anunciar a notícia boa para mui­tos que estão longe de Deus e que não compreendem o sentido da própria existência. A missão dese­ja ajudar as pessoas a encontrarem cada vez mais a alegria de viver. Nós queremos que esse trabalho se multiplique cada vez mais”, incentivou Dom Orani,
O coordenador da Dimensão Missionária na Arquidiocese do Rio e no Regional Leste 1 da CNBB, padre Ludendorff Cohen Couto (Licinho), afirmou que a missão surgiu a pedido de Dom Orani.
“Com a pacificação no Com­plexo do Alemão, na Penha, o arcebispo viu a oportunidade de convocar missionários que já tinham ido às missões em Paranatinga (MT). Há três anos, realizamos a primeira missão no Complexo do Alemão, que foi um sucesso, e isso nos levou a pensar na possibilidade de dar continuidade a esse trabalho nas comunidades carentes”, informou padre Licinho.
Além de várias paróquias no Complexo do Alemão, já houve missão no Complexo da Maré, na Cidade de Deus e em Rio das Pedras. Segundo o sacerdote, a missão é dinâmica e, sempre que possível, são realizadas oficinas de cunho social para dar uma di­mensão mais integral ao trabalho.

CLÁUDIA BRITO
COLABORAÇÃO: RAPHAEL FREIRE E SILVIA HELENA
FOTOS: GUSTAVO DE OLIVEIRA