sexta-feira, 1 de março de 2013

A Igreja Católica em números


Em um total de 6.777.599.000 de habitantes do planeta em 2009, 17,46% eram católicos. Isto significa 1.195.671.000 de membros da Igreja Católica no mundo. Em 2010, ano do últi­mo estudo realizado, o número de habitantes aumentou para 6.848.550.000 (70.951.000 pessoas a mais) e o de fiéis teve uma variação positiva de 0,04%, o equivalente a 15.006.000 de novos fiéis ao redor do mundo.
Nos últimos dois anos, o nú­mero de batizados se manteve em torno de 17,5% da população global, segundo o “Anuário Pon­tifício 2012”, que contém dados estatísticos extraídos em 2010.
O “Anuário Pontifício” é um documento produzido pelo Departamento Central de Esta­tísticas da Igreja, e contém dados numéricos relativos à Igreja Católica, além de fornecer uma análise sintética das principais dinâmicas dela nas circunscri­ções eclesiásticas do planeta, que atualmente somam 2.966. A última edição foi apresentada ao Papa Bento XVI, em março de 2012, pelo Cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado do Vaticano.
As pesquisas realizadas apon­tam um crescimento no número de membros da Igreja, de 2009 a 2010, nos continentes africano (21%), asiático (6%), americano (7%) e na Oceania (3%), e uma redução no número de fiéis na Europa (1%).

A IGREJA CATÓLICA NO BRASIL
O Brasil é, majoritariamente, um país católico. Isto significa que, segundo o IBGE, 64,6% da população em 2010 se de­clararam católicos. Ou seja, 123.651.850 de pessoas, de um total de 191.411.532 habitantes. E o número de paróquias tem aumentado em cerca de 2,4% ao ano desde 2008, segundo o “Anuário Católico do Brasil 2012”, cujos dados são relativos até 2010. Entre os estados brasi­leiros, o Rio de Janeiro teve uma variação positiva: de 617 locais de culto, incluindo paróquias, capelas e santuários, para 629.
NÚMERO DE VOCACIONADOS AUMENTA A CADA DIA
De 2009 a 2010, a Igreja Ca­tólica, em âmbito mundial, teve um aumento relativo ao número de bispos, chegando a 5.104.
O número de sacerdotes apre­senta tendência positiva desde 2000: foram contados 412.236 padres, dos quais 277.009 são diocesanos e 135.227 do clero regular. O clero aumentou, entre 2009 e 2010, em 1.643 padres.
O número de diáconos per­manentes cresceu em 3,7%, o que significa 1.409 novos diáconos, atingindo um total de 39.564.
O número de religiosos pro­fessos (não sacerdotes) se es­tabilizou. Era 54.229 em 2009 e passou a 54.665 em 2010, aumento de 436. Já as religiosas somam 721.935.
Para avançar na evangeliza­ção, a Igreja necessita cada vez mais de missionários. E a respos­ta a essa necessidade é positiva. Foram 15.276 novos missionários que decidiram colocar suas vidas a serviço de Deus. Agora, eles totalizam 335.502.
INSTITUIÇÕES CATÓLICAS
Os institutos de beneficên­cia e assistência administrados no mundo pela Igreja incluem: 5.305 hospitais, 18.179 postos de saúde, 547 leprosários, 17.223 casas para idosos, doentes crôni­cos e portadores de deficiência, 9.882 orfanatos, 11.379 jardins de infância, 15.327 consultórios matrimoniais, 4.331 centros de educação ou reeducação social e 9.391 instituições de outros tipos.
A Igreja administra no mundo 70.544 escolas maternais, fre­quentadas por 6.478.627 alunos; 92.847 escolas fundamentais, com 31.151.170 de alunos, e 43.591 insti­tutos secundários, com 17.793.559 alunos. As escolas superiores somam 2.304.171 unidades e os estudantes universitários matri­culados nelas totalizam 3.338.455.

NATHALIA CARDOSO
FONTES: IBGE, ANUÁRIO PONTIFÍCIO 2012, ANUÁRIO CATÓLICO DO BRASIL 2012
FOTOS: GUSTAVO DE OLIVEIRA