segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Caminhando juntos na mesma fé


Iniciamos segunda-feira, dia 7 de janeiro, a Trezena de São Sebastião. O tema que nos acompanha este ano é o do acolhimento: “São Sebastião, irmão na fé, acolhei-o”. A experiência de iniciar o novo ano com a caminhada junto ao nosso padroeiro pelas ruas e avenidas de nossa cidade a cada ano nos proporciona oportunidades novas, ao ver os desafios de levar a nossa grande cidade a ser um lugar de paz e fraternidade. Belos sinais e exemplos vemos sempre que pedimos a Deus que sejam multiplicados.
Chamamos de trezena os 13 dias de preparações e orações. Existem outros momentos de trezenas, como também muitas novenas, tríduos e tantas formas de vivermos o tempo de espera. A expectativa da celebração do dia 20 de janeiro na cidade de São Sebastião nos ajuda a ver nossa missão em servi-la e com o exemplo do nosso padroeiro: seguir a Cristo dando testemunho de nossa fé cristã.
O compromisso com a promoção humana e social, as visitas aos locais de privação de liberdade, hospitais, entidades culturais e governamentais, órgãos de segurança, capelas, igrejas, paróquias, ruas e praças revelam o nosso compromisso cristão de que a fé está ligada à vida. Ansiamos por tempos melhores, e queremos testemunhar, com alegria, que o seguimento de Jesus Cristo transforma vidas e relacionamentos e nos faz construtores da civilização do amor. Por isso, este tempo é um modo de comemorar e celebrar o grande padroeiro da arquidiocese, com todos os compromissos cristãos decorrentes de nossa fé em Cristo Jesus, de quem São Sebastião é testemunha. Estácio de Sá fundou a Vila de São Sebastião ao erigir uma capela de palha, em honra a esse santo, na Praia Martim Afonso (hoje Praia Vermelha), mais tarde transferida para o Morro de São Januário (depois Morro do Castelo), que como sabemos, foi destruído numa reforma urbanística em 1921.
Atualmente, com tantas apreensões em relação à violência, à droga, ao esfacelamento das relações familiares e humanas e grandes desconfianças uns dos outros, uma trezena pode canalizar nossa apreensão de uma forma positiva: confiar as nossas necessidades a Deus através da intercessão de São Sebastião, que nos compromete a ser exemplo de vida cristã, assumindo nossa missão na sociedade.[...]
Preparação é a palavra chave de uma trezena! Preparemos as nossas almas para a exigência da confiança, da humildade e da perseverança, três qualidades importantes na oração cristã. E que a imagem de São Sebastião, peregrinando pela cidade do Rio de Janeiro, seja penhor de graças para todo o nosso amado povo!

DO ORANI JOÃO TEMPESTA. O. CIST.
ARCEBISPO METROPOLITANO DE SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO